Conecte-se
Curta
Olá! Entre, ou cadastre-se

Entrevista do presidente da Cruzada Vascaína ao site Torcedores.com

geada (1)

 Nas entrevistas com os candidatos à presidência do Vasco, os tópicos mais citados foram a união das oposições e o apoio político de cada grupo. Em 2014, a Cruzada Vascaína apoiou o candidato da Sempre Vasco, Juio Brant e agora apoia Aexandre Campello da Frente Vasco Livre. Muitos não entenderam essa mudança de postura do grupo, então o presidente da Cruzada, Fernando Geada conversou com o torcedores.com para explicar essa opção e defender alguns pontos de vista do grupo que foram criticados pelos opositores

Cruzada Vascaína

Somos um grande grupo com experiencia do Vasco. A Cruzada existe desde 2008, e sempre foi oposição as administrações do Dinamite e do Eurico. A história mostrou que sempre estivemos do lado certo, do lado do Vasco.
Sempre fizemos oposição de dentro do clube, com participação no conselho, com criação de projetos e até ajuda financeira. Apresentamos alguns projetos para pessoas da administração do clube. Por motivo político, os projetos não eram levados a frente, mas vimos muita coisa desses projetos posteriormente ser implementada no Vasco.

Frente Vasco Livre

Conseguimos uma grande coalizão, com grupos que conhecem muito bem o Vasco. É um grupo muito robusto. Além de trabalhar na campanha, estamos trabalhando em fechar um plano de governo para o Vasco. Os grupos já tinham seu plano de governo e estamos alinhando, aperfeiçoando o plano da Frente com as melhores propostas de cada grupo.

Julio Brant

Em 2014 apoiamos o Julio Brant. Poderia aqui elencar vários motivos para não manter esse apoio para 2017, mas o principal motivo é que escolhemos Alexandre Campello, um médico muito bem sucedido nos negócios, com uma belíssima história dentro do Vasco e que abraçou nosso projeto. Estamos muito confiantes que essa parceria vai crescer e ajudar muito o Vasco.

Divergências na Cruzada

As divergências são naturais. O grupo vai completar 9 anos. É natural que pessoas cheguem e outras saem. A renovação faz parte de qualquer grupo. Hoje nós temos 13 conselheiros eleitos pela minoria. Tinhamos 16, 3 saíram, desses apenas 1 apoia o Julio. A Frente Vasco Livre tem cerca de 19 conselheiros. Na última reunião do conselho deliberativo a Cruzada teve 10 pessoas e ainda colocamos 12 na reunião da Frente Vasco Livre no Centro. Estamos cada vez mais fortes.

Eurico Miranda

Chegou prometendo respeito mas não conseguiu fazer o Vasco retomar o papel de protagonista. É uma forma de gestão ultrapassada. Fazia algum sentido há alguns anos, quando o esporte era quase amador. Hoje ficamos muito atrás dos adversários. Com os insucessos, ele fecha cada vez mais o clube e cada vez mais vamos enterrando nossa cabeça na areia. É preciso mudar isso. Trazer o vascaíno para dentro do clube. Nossa maior força vem da nossa torcida. Foi assim que o Vasco foi criado e respeitado. O respeito será retomado pelos torcedores e não pelas palavras de uma pessoa.

Situação do Vasco

O plano de governo da Cruzada vem sendo aprimorado desde a fundação do grupo. Hoje temos quase 100 ações estratégicas, todas detalhadas, com valor de investimento e retorno orçados. Muitas pessoas, para desmerecer, dizem que papel aceita tudo, mas hoje a situação do Vasco é muito complicada, nós conhecemos essa situação e sabemos como mudá-la. Não será fácil, mas com nosso planejamento, a paixão e força de trabalho de nossos associados e os investimentos corretos o Vasco pode retomar o papel de protagonista que sempre teve. Não acreditamos em mágica ou em salvadores. Não acreditamos em quem chega prometendo gestão, profissionalismo e projetos sem conhecer o Vasco. Claro que é necessário gestão e profissionalismo, mas o clube não é como qualquer empresa. É preciso conhecê-lo de dentro para fora, para mudar a situação atual.

União da oposição

É nosso objetivo. Acreditamos que todos tem qualidade e precisam ajudar o Vasco. Não somos a favor da proposta que outros grupos tem ventilado de quem tiver mais fraco, largar o Vasco e abrir para o outro. Acredito que não é assim que funciona. Nós nunca deixamos de trabalhar pelo Vasco. No dia seguinte a eleição de 2014 estávamos reunidos para traçar nossa linha de ação para esse triênio. Acreditamos que a união deve se dar em torno de um projeto, com alinhamento dos grupos, e não em termos apenas político ou acordos de cargos.

Fonte: Torcedores.com

 

1 Comentário »
  1. mario piragibe

    Presidente Geada: pelo que li da sua entrevista, vc está apoiando o PREPOSTO do ex-vereador e esse, sem dúvida é um direito seu. Já havia recebido vários pedidos de clientes,muito fortes, exigindo que eu abandonasse a política do Vasco.Durante todo o tempo em que refletia, observava o posicionamento de antigos amigos, que na verdade,procuravam, não um salvador, mas QUALQUER UM ! Até este momento, lutei tentando mostrar a vcs todos,que uma união entre o NÃO CONFIÁVEL (julio brant) e o PREPOSTO do ex-vereador,seria um xarope por demais amargo, mas vcs continuam,como lemingues, correndo alvoroçados, em direção às falésias,para um suicídio inevitável.VC, como muitos outros, está sendo usado, como eu mesmo fui,durante anos. Lutei desacompanhado,mas lutei o bom combate.Agora chega!!! De hoje em diante, ficarei afastado de vez de qualquer movimento, inclusive em comentários no face, envolvendo o nosso clube. Se esse foi o caminho que vc escolheu, siga em frente.

    18 de julho de 2017 @ 15:52

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *